Fotógrafos

Em algum momento, bem no início do exercício profissional, escutei de um velho fotógrafo (não consigo lembrar de quem)  que fotógrafos tinham que olhar muito mais para o trabalho de outros fotógrafos do que ficar admirando o seu próprio trabalho. As palavras, talvez, não seriam estas exatamente. A ideia era esta, tenho certeza, pois segundo ele os profissionais estavam cada vez mais egocêntricos. Imaginem, isso já nos velhos tempos. Tendo nítida esta lembrança, faz algum tempo que tenho o hábito de olhar com que “olhar” outros fotógrafos fotografam. Como dizia Vilém Flusser “toda imagem produzida se insere necessariamente na correnteza das imagens de uma determinada sociedade, porque toda imagem é resultado de codificações simbólicas fundada sobre um código estabelecido.”