Wladymir Ungaretti

Deriva

A Deriva é o caminhar sem rumo. Uma ideia e uma prática dos situacionistas. Guy Debord, surrealistas e dadaístas diziam que “a DERIVA seria uma apropriação do espaço urbano pelo pedestre através da piscogeografia”. São muitas as definições e os conceitos do universo situacionistas. Para se ter uma noção da importância, grande parte das palavras de ordem de maio de 68, na França, não eram nem maoístas e nem trotskyistas. Eram da Internacional Situacionista. Sem saber, sempre, fui um adepto da DERIVA, fotográfica.